sexta-feira, 29 de abril de 2011

SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA O DIA DAS MÃES

MAIS UMA CONTRIBUIÇÃO DA DIRETORA QUELEI, DA ESCOLA MUNICIPAL ABEL JOSÉ MACHADO:




Artista = Agnaldo Timóteo
Música = Canção pra mamãe
(Rene Bittencourt / Paulo Tito)


Quem cantou junto a mim
A primeira canção
Foi mamãe, foi mamãe

Quem juntou minhas mãos na primeira oração
Foi mamãe, foi mamãe
Seu sorriso é minha alegria
Sem mamãe eu nada seria
E rezando as vezes eu vejo em mamãe a doce Virgem Maria
Quem me fez aprender as lições desta vida
Foi mamãe, foi mamãe

Que curou a primeira tristeza sentida
Foi mamãe, foi mamãe

E rezando as vezes
Eu vejo mamãe
Adoce Virgem Maria











Artista = Fábio Jr.
Música = Mãe
Fábio Jr.


Mãe, você sempre de olho em mim
Às vezes, juro não reparo
Mãe, seu colo sempre ali presente
Amor, tão puro amor... Tão raro
Mãe, perdoa minha ausência
Às vezes tenho trabalhado muito
Mãe, mas como você mesma diz
Trabalho com amor gera bons frutos
Mãe teu infinito amor
Eterno amor é tão profundo
Mãe, você parece às vezes
Que é mãe de todo mundo

Mãe agora aqui diante de você declaro
Minha vida fica mais bonita
Com você do lado, do meu lado
Te amo tanto, tanto e te agradeço sempre
E sempre que eu puder eu estarei por perto claro
Mãe












Artista=Bruno e Marrone
Música=Sinônimo do amor
Julinho e Cristiano


Estou aqui, olhos nos olhos com você
Tô querendo te dizer o que eu sinto de verdade
É mais bonita do que tudo que há na terra
Semeia a paz onde tem guerra
É o sinônimo do amor

Um sentimento que até junto da saudade
Tão de difícil de explicar
Bem mais fácil de entender
Só sei que sou grato por tudo Mãe querida
Vai durar mais de uma vida
Se eu começar agradecer

Me deu a luz , me trouxe a paz, me deu o mundo
Eu te adoro desde o primeiro segundo
É pai e mãe, É o meu chão, melhor amiga
És o meu anjo
Eu vou te amar por toda a vida

Me deu a luz , me trouxe a paz, me deu o mundo
Eu te adoro desde o primeiro segundo
É pai e mãe, É o meu chão, melhor amiga
És o meu anjo
Eu vou te amar mamãe querida

Artista = Mulekada
Música = Mãe

"Essa música é pra quem cuida da gente"
"Pra quem ta sempre do nosso lado"

Mãe, você é a minha vida
Eu preciso de você

Ô mãe
Eu agradeço todo dia
Agradeço de prazer
Essa família tão bonita que se deu tão bem assim
Eu te amo mais ainda
E cuida tão bem de mim

Do teu abraço Gostoso
Ah eu me sinto tão bem
Com tanto amor e carinho Oh oh
Eu me apaixonei

"Manhê eu te amo" "e eu te adoro"

Mãe,
Você é a minha vida
Eu preciso de você

Ô mãe
Eu agradeço todo dia
Agradeço de prazer
Essa família tão bonita que se deu tão bem assim
Eu te amo mais ainda
E cuida tão bem de mim


Do teu abraço Gostoso
Ah eu me sinto tão bem

Com tanto amor e carinho, oh oh
Eu me apaixonei

"Manhê eu te amo"

Do teu abraço Gostoso
Ah eu me sinto tão bem
Com tanto amor e carinho, oh oh
Eu me apaixonei
Ô mãe...




























Artista = Rick e Renner
Música = Mãe
Rick e Renner


Mãe, hoje eu descobri que eu cresci
É que de repente eu me vi tão sozinho na estrada
Mãe, hoje eu precisei de você
Eu não sabia o que fazer
Me vi de mãos atadas

Mãe, o que é que a gente faz quando o sucesso não trás a paz que a gente procura
Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei aqui no meu cantinho eu chorei
E chorando fiz uma jura

Juro que a partir de hoje vou fazer meu tempo
Vou ficar mais perto do teu sentimento
Vou ficar mais perto mãe do teu amor
Juro não deixar jamais a minha ambição falar tão mais alto que meu coração
Se minha riqueza mãe é o teu amor

Mãe, me dá teu colo, mãe
Mulher que adoro, mãe
Se existo devo a ti meu respirar
Mãe, tão puro amor de mãe
Que as vezes não me vem palavras
Pra expressar
Mãe pra ti conjugo o verbo amar

Mãe, teu conselho me orienta, teu carinho me alimenta
Da paz, do amor, da esperança
Mãe, hoje eu sou um homem eu sei
Mas as vezes que eu chorei
Não passei de uma criança
Mãe, o que é que a gente faz...


Artista = Sandy e Junior
Música = Obrigado mãe
Carlos Colla / Michael Sullivan

Obrigada mãe por todo seu amor
Penso em você e morro de saudade
O seu nome vai comigo aonde eu for
Na tristeza e na felicidade

Obrigado mãe por tudo que eu sou
Seu carinho e esperança e afeição
Pra você eu sou criança e quando vem a solidão
Vou buscar abrigo no seu coração

Eu lhe agradeço minha mãe as vezes que me consolou
E cada lagrima sentida que por mim já derramou

Obrigada pelos beijos e conselhos que me deu
E a vida que você me fez ter

Obrigado minha mãe por tudo que eu sou
Obrigado mãe por tanto que se sacrificou
Fez tudo pra me ver feliz
Capaz de até morrer por mim
Muito obrigado por me amar assim

Obrigada mãe por todo seu amor
Penso em você e morro de saudade
O seu nome vai comigo aonde eu for
Na tristeza e na felicidade

Obrigado mãe por tudo que me deu
Seu carinho e esperança e afeição
Pra você eu sou criança e quando vem a solidão
Vou buscar abrigo no seu coração
Eu lhe agradeço minha mãe as vezes que me consolou
E cada lagrima sentida que por mim já derramou


Obrigada pelos beijos e conselhos que me deu
E a vida que você me fez ter

Obrigado minha mãe por tudo que eu sou
Obrigado mãe por tanto que se sacrificou
Fez tudo pra me ver feliz
Capaz de até morrer por mim
Muito obrigado por me amar assim



Artista = Turma do Balão Mágico
Música = Minha mãe
Hoje é um dia tão especial pra você
Que não dá pra esquecer
Em vez de comemorar eu queria te agradecer por tudo o que me fez
Você me viu nascer, crescer e andar
E a cada passo meu cuidava de mim
Me ensinou tudo o que eu sei e muito mais
E agora é hora de dizer o que aprendi

Minha mãe
O que passou por mim ninguém vai passar
Minha mãe
Eu sei o que sofreu por mim sem reclamar
Você daria a vida por mim só pra me defender
Faria qualquer coisa por mim sem se arrepender
Esse é o dom de amar que Deus te deu

Minha mãe
Valeu pelo carinho e atenção
Minha mãe
Valeu do fundo do meu coração
Pra você o seu maior presente fui eu
Então saiba que pra mim nós somos iguais
Pois você é o melhor dos presentes que Deus me deu
Mãe eu te amo demais
Você me viu nascer, crescer e andar
E a cada passo meu cuidava de mim
Me ensinou tudo o que eu sei e muito mais
E agora é hora de dizer o que aprendi

Minha mãe
O que passou por mim ninguém vai passar
Minha mãe
Eu sei o que sofreu por mim sem reclamar
Você daria a vida por mim só pra me defender
Faria qualquer coisa por mim sem se arrepender
Esse é o dom de amar que Deus te deu



Minha mãe
Valeu pelo carinho e atenção
Minha mãe
Valeu do fundo do meu coração
Pra você o seu maior presente fui eu
Então saiba que pra mim nós somos iguais
Pois você é o melhor dos presentes que Deus me deu

Mãe eu te amo demais














MAE
Mãe, quem é você?
Se estou feliz,
quantas vezes te esqueço;
se estou triste,
quantas vezes te procuro.
Mãe, quem é você,
que eu critico,
de quem eu exijo coisas tão pequenas
para satisfazer a minha comodidade,
mas a quem peço a maior ajuda
nos instantes mais difíceis?
Mãe, quem é você,
para quem eu tantas vezes
esqueço o meu carinho,
e de quem exijo tanta atenção?
Mãe, quem é você, com que discuto
e para quem peço conselhos?
Mãe, quem é você,
para quem reclamo sempre,
e para quem guardo
o abraço maior e a maior ternura.
Mãe, eu sei,
Você só é... AMOR.




FALTA DE TEMPO

 Esta é a história de uma mãe que voltou para casa após um árduo dia de trabalho. Sua filhinha apareceu na porta e correu para abraçá-la.
- Mamãe, mamãe, aconteceram muitas coisas hoje e quero contar tudo a você.
Depois de ouvir algumas frases, a mãe fez um gesto indicando que ouviria o restante da história mais tarde, poque precisava preparar o jantar. Durante a refeição, o telefone tocou, e a mãe teve de ouvir outras histórias da família, mais longas e contadas em voz mais alta que a da menina. Depois que a cozinha foi arrumada e as dúvidas sobre os deveres de casa de seu irmào foram solucionadas, a menina tentou novamente contar as novidade à mãe, mas já havia chegado a hora de ir para a cama.
A mãe dirigiu-se ao quarto da filha para ajeitar suas cobertas e ouviu-a orando. Quando ela se curvou para afagar seus cabelos encaracolados e beijar-lhe o rosto, a menina olhou para cima e perguntou:
- Mamãe, você me ama mesmo quando não tem tempo para me ouvir?










No dia em que Deus criou as mães

No dia em que Deus criou as mães (e já vinha virando dia e noite há seis dias), um anjo apareceu-lhe e disse:
- Por que esta criação está lhe deixando tão inquieto Senhor?
E o Senhor Deus respondeu-lhe:
- Você já leu as especificações desta encomenda? Ela tem que ser totalmente lavável, mas não pode ser de plástico. Deve ter 180 partes móveis e substituíveis, funcionar à base de café e sobras de comida. Ter um colo macio que sirva de travesseiro para as crianças. Um beijo que tenha o dom de curar qualquer coisa, desde um ferimento até as dores de uma paixão, e ainda ter seis pares de mãos.
O anjo balançou lentamente a cabeça e disse-lhe:
- Seis pares de mãos Senhor? - Parece impossível !?!
Mas o problema não é esse, falou o Senhor Deus - e os três pares de olhos que essa criatura tem que ter?
O anjo, num sobressalto, perguntou-lhe:
- E tem isso no modelo padrão?
O Senhor Deus assentiu:
- Um par de olhos para ver através de portas fechadas, para quando se perguntar o que as crianças estão fazendo lá dentro (embora ela já saiba); outro par na parte posterior da cabeça, para ver o que não deveria, mas precisa saber, e naturalmente os olhos normais, capazes de consolar uma criança em prantos, dizendo-lhe: - "Eu te compreendo e te amo! - sem dizer uma palavra.
E o anjo mais uma vez comenta-lhe:
- Senhor...já é hora de dormir. Amanhã é outro dia.
Mas o Senhor Deus explicou-lhe:
- Não posso, já está quase pronta. Já tenho um modelo que se cura sozinho quando adoece, que consegue alimentar uma família de seis pessoas com meio quilo de carne moída e consegue convencer uma criança de 9 anos a tomar banho...
O anjo rodeou vagarosamente o modelo e falou:
- É muito delicada Senhor!
Mas o Senhor Deus disse entusiasmado:
- Mas é muito resistente! Você não imagina o que esta pessoa pode fazer ou suportar!
O anjo, analisando melhor a criação, observa:
- Há um vazamento ali Senhor...
- Não é um simples vazamento, é uma lágrima! E esta serve para expressar alegrias, tristezas, dores, solidão, orgulho e outros sentimentos.
- Vós sois um gênio, Senhor! - disse o anjo entusiasmado com a criação.
- Mas, disse o Senhor, isso não fui eu que coloquei. Apareceu assim...

(autor: desconhecido)



















TEATRO

Um lugar especial no coração da mamãe

Junior (Fica sentado no palco com uma almofada de coração e com roupa bem infantil...). E Sempre antes de entrar as crianças, repetirá a fala: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...
(Repetirá nove vezes, por isso é preciso dar uma expressão diferente: alívio, alegria, orgulho, consciência, meiguice...)

Crianças 1: (Entram com frutas, saquinhos de supermercado, avental, panela.. e todas falam juntas.) – ...porque ela se preocupa com a minha alimentação!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 2 (Entram com roupas de dormir, caixa de remédios e primeiros socorros, termômetro, colher, travesseiro, bolsa de água quente... e todas falam juntas.) – ... porque ela fica muito preocupada e acordada a noite toda quando eu fico doente!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 3 (Crianças entram com marcas de beijos no rosto, roupa amassada.. e todas falam juntas.) – ...porque muitas vezes ela mostra o seu carinho me abraçando e me beijando!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 4 (Entram vestidas de uniforme escolar e com cadernos, mochila, lancheira ... e todas falam juntas.) – ... porque ela está sempre acompanhando minhas atividades na escola!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 5 (Entram com a mão no bumbum, com cara de dor e sentam na cadeiras... e todas falam juntas.) – ... porque sempre que faço alguma coisa errada ela me corrige e, às vezes, fico até de castigo!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 6 (Entram com roupão, toalha, shampoo, sabonete, cotonete... e todas falam juntas.) – ... porque ela está sempre cuidando para que eu esteja sempre limpinho!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 7 (Entram com boneca, bola, outros brinquedos... e todas falam juntas.) – ...porque ela sempre separa um tempo para brincarmos juntos!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 8 (Entram com as mãos juntas, em sentido de oração... e todas falam juntas.) – ...porque ela nunca se esquece de mim em suas orações!

Junior: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças 9 (Entram com Bíblias abertas nas mãos... e todas falam juntas.) – ...porque ela se preocupa em dar o melhor para o meu crescimento: os ensinos da Palavra de Deus!

Todas as crianças repetem juntas e bem forte: – Eu sei que tenho um lugar especial no coração da minha mamãe...






DIA DAS MÃES (PEÇA DE TEATRO INFANTIL)

WELITON:
Turma, hoje é o dia das mães.

CÉLIA:
O que vão dar pra suas mães turma.

MARCOS:
Eu já comprei o presente.

CARLOS:
Mais tarde vou comprar um lindo presente.

JOSÉ:
Eu não posso comprar um presente.

MAIKON:
Porque José?

JOSÉ:
Meu pai não tem dinheiro.

MARIA:
Só da presente no dia das mães?

CARLINHOS:
Presente não é só comprado.

ANA:
Como é isso?

CARLINHOS:
É um abraço, um beijo.

KAROL:
Pode se uma linda flor.

JOSÉ:
Já sei o que vou dar a mamãe.

JOANA:
Que legal José.

CARLINHOS:
É isto mesmo José.

VANDA:
O bom presente é dado de coração.


JOSÉ:
Vou dar o carrinho que ganhei no natal.

ELIANE:
Isso que é um bom presente.

CARINE:
Porque está tão triste Tânia?

TÃNIA:
Minha mãezinha papai do céu levou.

LIA:
Não fique triste não Tânia ela esta olhando lá do céu pra você.

TÃNIA:
É verdade agora tenho duas a do céu e minha madrasta.

FÁBIO:
Vamos cada um dar um abraço e um beijo em nossa mãe.

LOIDE:
E dizer parabéns mamãe pelo seu dia.

SANTO:
Vamos dizer todos nós, eu amo você mamãe.

JAIME:
E você Paulo, o que vai dar sua mãe?

PAULO:
Um enorme abraço e um beijo.

João do Rozario Lima

















HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES (TEATRO)

Homenagem ao dia das Mães - Texto de Teatro
Dia das Mães

de Emílio Carlos

(As criança entram. Cada criança faz uma fala. Outra opção é todas falaram juntas. Enquanto falam elas fazem gestos de mímica que ilustrem o que elas estão falando).
(Música: dedilhado de guitarra/violão. Ou então de teclado.)

Quando eu era bem pequeno
Ainda era neném
Eu morava dentro da sua barriga
E queria muito lhe conhecer 

Eu ficava pensando
Como será que você era
Se era magra ou fofinha
Se era azul ou amarela

Você me dava carinho
Você me dava atenção
Passava a mão na barriga
E aquilo era muito bom

Eu vivia andando por aí
Com você pra todo lugar
Porque você é muito dinâmica
Não é de sentar e parar

O esquisito era quando
Aquele médico passava um gelzinho
E queria, curioso,
Ficar olhando meu rostinho

Nessa hora eu tinha vergonha
E até virava de lado
- Ei dá licença, olha pra lá
Não vê que eu estou pelado?

O tempo passou e eu
Fui ficando maiorzinho
E aí dentro, que era tão gostoso,
Começou a ficar apertadinho

Então eu fiquei sabendo
Que era hora de nascer
Fiquei naquela dúvida
Mas eu queria te ver

Papai do Céu tinha falado
Que um anjo eu ia ter
Mas esqueceu de dizer
Que esse anjo era você.

(Nessa hora as crianças entregam botões de rosa para as mães que estão sentadas na frente, e para as outras mães. Música em homenagem às mães.)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Poemas para mamãe

SER MÃE

Ser mãe é ser atenciosa, é ser carinhosa. 
Ser mãe é educar, é fazer prosperar. 
Ser mãe é ser heroína, é não deixar o dia cair na rotina.

Ser mãe é ser zelosa e entender quando ela está manhosa. 
Ser mãe é ter paixão, é lavar a boca com sabão quando a gente fala palavrão

Ser mãe é ser leoa, é saber levar tudo numa boa. 
Ser mãe é saber dar puxão de orelha não deixar a gente fazer tudo o que dá na telha. 
Ser mãe é saber ter paciência, mesmo quando ele tira zero em ciências. 
Ser mãe é estar sempre de braços abertos pra você. 


Parabéns Mamãe!!!













SE TODAS AS COISAS FOSSEM MÃES

Se a lua fosse mãe, seria mãe das estrelas.

O céu seria sua casa, casa das estrelas belas.

Se a sereia fosse mãe, seria mãe dos peixinhos. 
O mar seria um jardim e os barcos os seus carrinhos.

Se a casa fosse mãe, seria a mãe das janelas. 
Falaria de receitas, pastéis de vento, quindins. 
Emprestaria a cozinha pra lua fazer pudins !!!!

Se a terra fosse mãe, seria a mãe das sementes. 
Pois mãe é tudo que abraça, acha graça e ama a gente.


Se uma fada fosse mãe, seria a mãe da alegria. 
Toda mãe é um pouco fada...Nossa mãe fada seria.


Se a bruxa fosse mãe, seria uma mãe gozada; 
Seria a mãe das vassouras, da família vassourada.

Se a chaleira fosse mãe, seria a mãe da água fervida, 
Faria chá e remédio para as doenças da vida.

Se a mesa fosse mãe, as filhas, sendo cadeiras, 
Sentariam comportadas, teriam boas maneiras.

Cada mãe é diferente. Mãe verdadeira ou postiça, 
Mãe vovó ou mãe titia, Maria, Filó, Francisca, 





Objetivos:

- Reconhecer a importância da mãe na família.

- Resgatar os valores que as famílias estão perdendo (respeito, amor, partilha...)

-
Valorizar a pessoa humana.

- Valorizar o trabalho da mãe (às vezes dupla jornada de trabalho).

- Conhecer direitos e deveres dos membros da família, em especial das mães.

- Confeccionar lembranças e cartões para presentear às mães.

- Produzir uma peça teatral que será apresentada para homenagear às mães.

- Fazer um concurso de poesias enfatizando o tema Mãe.

- Produzir textos com o tema "O que eu nunca disse a mamãe."

- Enfeitar os murais com as produções dos alunos.


Desenvolvimento:

- Diálogo,
aula expositiva, interação com os alunos, para conhecer melhor o perfil das mães em questão.

- Pesquisa extra classe.

- Ornamentação de murais com fotos das mães, alunos e mensagens, homenageando às Mães.

- Criação de poesias, mensagens.

- Produção de uma peça teatral.

- Confecção de lembranças.

- Confecção de cartões.

- Produção de textos a partir de temas ligados à Mãe grávida: gravidez saudável ou de risco, mãe aidética, fumante, alcoólatra.

- Criação de depoimentos a partir do tema: O que nunca disse à mamãe..., Meus sentimentos de adolescentes...

- Criação de slogans.

- Apresentação de dança pelos alunos.






















Nenhum comentário:

Postar um comentário